Travessia e Despedida




 

A travessia às vezes é demorada.

Você vai se despedindo, 

relutante em aceitar o fim.

Esse desprendimento acontece aos poucos.

O desejo se despede.

Não se tem mais o abraço.

E as conversas dão lugar ao silêncio.

A distância vai aumentando.

A proximidade diminuindo.

Os mundos tornam-se desconhecidos.

A indiferença se instala.

 

Até o dia em que os laços tornam-se fios quase transparentes.

E as pessoas permanecem sem mais estar.

E então, chega a hora de partir e

agradecer por ter vivido a experiência de compartilhar.


Comentários