AMOR E CLARIVIDÊNCIA


Ah! O amor...
quantas voltas nos faz dar,
quantas buscas, desencontros e acertos.
Quantas idas e vindas enfeitam uma história.
Lágrimas, sorrisos e abraços.
 
Quantos laços, casos e descasos.
O coração acelera, desespera e não se cansa
E o amor vai transformando tudo,
numa supremacia inquestionável.
Enfrenta nossas próprias marés,
desatina cantos cartesianos,
e desafia os maiores reveses.
 
O amor é a resposta. 
E na amplidão cor-de-rosa
surgem ainda inquisições pragmáticas.
E algo mais forte, sublime e cortês
que afaga e sussurra.
Do amor, quero a clarividência
para enxergar o que meus olhos não alcançam.

Comentários