Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2021

Tatão, 50 anos

Imagem
  1975. “Ele tinha apenas quatro anos. O caçula muito amado, Tinha cara de anjinho, mas era travesso e levado. Reuniu os amigos da rua, Foi para o segundo andar do sobrado, Respirou fundo, gritou “Ciborg” ... De repente, tinha pulado. Meu Deus, pânico geral. Todos para o hospital,  parentes com terço e oração  e o Tatão teve apenas um arranhão. Mas ficou em observação ainda por dois dias, Para descartar qualquer alteração, fratura ou hemorragia. Vendo a mamãe muito preocupada e o papai completamente atônito, o menininho, recomendou então: Se eu quebrar o braço, Podem colocar um “biônico”. O tempo passou, e hoje, meu irmão está completando 50 anos de muita felicidade, aprendizado e luta. Tornou-se pai de família, a qual defende com todo amor e fervor. Eu o admiro pela sua determinação, força e coragem. E só posso agradecer a Deus, pelo irmão tão amigo e parceiro que ele é. Parabéns meu irmão e que sua vida seja longa, abençoada por Deus e repleta de momentos felizes, junto à sua amada f

Quem Sabe a Gente

Imagem
  Faríamos tudo diferente Embora a paciência Esteja com os dias contados. Tentamos amiúde, Um diálogo elaborado, Um discurso ensaiado, Um encontro articulado.   Nos encontramos Outras vezes, Num jantar à luz de velas brindando por todas músicas em serenatas na janela.   Olhamos a parede, Buscando definir alguns timbres.   Enquanto você fica aí Esperando que tudo se ajeite, Eu fico aqui, Acreditando na gente.

Risos, Fadas e Arquétipos

Imagem
  E numa dessas encruzilhadas, no trilho do extraordinário, A gente se encontrou. Com invenções e arquétipos brilhantes, incrustados em episódios de minuciosas pedrarias.   Contamos cometas, rimos e dançamos com as fadas. Tudo simples, mas esplêndido e eu gastaria todas as horas para tentar te descrever e te narrar.   Seguimos distantes, Sem grilhões, Nem entraves. Um querer, sem poder querer, É melhor que um não querer.              

Eu, Dissonante

Imagem
  Deixe que o sentido De cada palavra, Se revele na inexata imensidão Do seu eu, cristalino e dissonante.   Pegue uma valise e pronto. Acomode suas lamentações ali. Um acessório compatível Com a importância de algum dissabor.   Depois, siga confiante Coloque algo confortável Um sapato sóbrio, Um batom carmim e ainda o perfume com notas de jasmim.    

Aroma de Cassis

Imagem
  Essa pantomima Com traços de maledicência Alcança resquícios desbotados e limites pessoais.   Sem querer maldizer crenças e dogmas Mas existem fragmentos revestidos de convenções sociais.   Sei que o esconderijo, é tentativa inepta. Mas tem um atrevido e insistente   aroma de cassis.      

Acordes e Intuição

Imagem
Acordes e Intuição   Pare de analisar e dissecar acordes. Quando o que você quer, Na verdade, É beijar.   Toda essa mania de simular tragédias emocionais, com saídas e despedidas, apoteóticas e proibidas, pode revelar-se inócua para escapar do deserto e seus intermináveis discursos áridos.   Chame os escribas. Recolha-se na emancipação Que disfarça o obvio e dilacera alguma intuição.  

Está chegando o Dia

Imagem
  Está chegando o dia Um dos mais esperados. Sonhado, elaborado, celebrado. Eu não sei dizer De emoção precisa, sentimento   e significado.   Só sei dizer Que é como correr para um abraço, Apertado, sincero, demorado, Pelos arredores do mundo, No contorno de sua raia. Ou andar descalço, Sereno, sozinho, inteiro, alinhavado com a brisa e o crepúsculo, pela areia da praia.          

Pequenos Pecados

Imagem
  Ouça o vento, no prólogo do encanto. Tentativas vãs de pequenos pecados. Sutilezas sãs de projeções recíprocas e recados alados.   Sinta o tempo em seu transcurso inexorável. Ouça, respire, alcance a ancestralidade plena. Um enredo impecável com porções e anseios de predicados sensatos.  

A Pessoa Certa

Imagem
  Quero conhecer a pessoa certa. É o que mais ouvimos. Mas quem é essa pessoa? Queremos encontrar a pessoa certa, mas será que somos? Faça sua parte, faça acontecer, seja alguém melhor todos os dias. Companheirismo, É um trabalho diário. leva tempo e boa vontade, compreensão, lealdade, respeito, atenção. Ingredientes para felicidade a dois. Evoluímos a cada dia com descobertas, quedas, retornos e paradas. O encontro de dois universos não é, necessariamente, a fusão deles. Não queira transformar alguém. Transforme-se. A pessoa certa se aceita e, principalmente, aceita o outro. (Carmen Eugenio)

TRANSLÚCIDA

Imagem
  Nem sempre somos o que parecemos Nem o que aparecemos, Mas o resultado de acontecimentos Diversos, Adversos, Perversos, Complexos e perplexos. Sobrevivemos do que algumas ilusões orquestraram ou ocasiões sugeriram. Fantasias, êxtases, decepções.   O que importa é não perder o embarque para o próximo instante e carimbar sua história com coragem. O que importa é ter vontade e acreditar que muita coisa pode dar certo. Convivendo com os medos e brindando a graça. Afinal, Equívocos, tropeços e atalhos também abrem caminhos. (publicado em julho de 2011)  

Urgentes e Ungidos

Imagem
  Esbarrei nos seus segredos, Mas segui precisa. E você, aí parado Como um enfeite, Monótono, lacônico Subtraindo meus sentidos, urgentes e ungidos, sem disfarces ou vaidades. Rasgando meus versos, no calor da proximidade.

Eloquentes Mistérios

Imagem
  Contávamos morangos Sobre a mesa. Episódios banais ao cair do dia. E, então, encontramos uma nobre vilania Quem diria.   Um descaminho transverso, trançava hemisférios e atropelava o lirismo. Impetuoso e benigno.   Descontruímos ruídos, Para enlatar Eloquentes mistérios, em um mundo movido pelo amor, pelo ódio ou pelas controvérsias.