Mostrando postagens com marcador abraço. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador abraço. Mostrar todas as postagens

30 de junho de 2017

Acaso




Distraidamente
Encontrei frases e
Atada aos seus efeitos
Nem pensei em recuar.
Tropeços, avessos
Músicas , recomeços
tudo que não conheço,
Veio me abraçar.
Tudo quente e confortável
Nos instantes que restavam
Para que eu pudesse imaginar
Alguma coisa, qualquer coisa ou algo assim.
Estou aqui, ai , em algum lugar
E basta um instante pra encontrar.




29 de maio de 2017

Observatório

Ruíram paredes ao meu redor
Luzes se apagaram
E me encontrei

 Tao despretensioso
E relevante
Um observatório permanente.
Fragmentos  de telhas quebradas
Deixam  a água inundar meus pensamentos

Esqueça os trampolins para mudar as fases
Coisas que ficaram para trás
Beijos roubados , amores perdidos
Encontros de elevador
Monólogos num porão gelado.
Talvez , as chances do acaso,
Aconteçam tão de perto
Como o espaço mágico de um  abraço .



De Stella Para Romilce

 Na mesa estavam: papai, mamãe, vovô e vovó. Depois de vários dias e muitos nomes, restaram apenas dois nomes para escolherem: Carla ou Stel...