28 de julho de 2021

BIOGRAFIA CARMEN EUGENIO

 

Carmen Eugenio é Bacharel em Direito, graduada pela Universidade Católica Dom Bosco UCDB/ 1996 e professora de Artes graduada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS/1988. Atualmente cursa Pós-Graduação em Direito e Gestão Pública, pela faculdade Insted.     Desenvolve ações nas áreas de Produção Cultural, Elaboração e Parecer de Projetos, Comunicação, Cerimonial, Relações Púbicas, palestras e Criação de Mídias Sociais.     Foi diretora teatral, compositora, poetisa e violonista desde os sete anos de idade. É Blogueira desde 2009.     Sua trajetória profissional é exercida, principalmente, na Prefeitura de Campo Grande, onde ingressou por concurso público para os cargos de 'Profissional de Cultura', em 1991 e 'professora de Artes' da Secretaria Municipal de Educação, em 2008.     Como gestora pública da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, já chefiou as divisões de Literatura, Comunicação, Fomento, Cerimonial e agora, Etnias tendo escrito e realizado inúmeros projetos culturais para a cidade de Campo Grande.     Pelo conjunto de seu trabalho, já recebeu as seguintes homenagens: “Medalha Cultura da Paz” – outorgada pela Câmara Municipal de Campo Grande em 2019; Moções de Congratulações pela publicação de seu primeiro livro "Escartelate" e pela autoria do projeto "Encontro de Etnias", outorgadas pelo ilustre amigo e parlamentar Otávio Trad; Moção de Congratulação pela sua trajetória profissional pelo amigo e vereador Professor Riverton e Projeto "Mulheres Inspiradoras da Cidade Morena", da Escola Municipal Governador Harry Amorim Costa, em 2020.     Publicou seu primeiro livro de poesias "Escartelate", em 2021. Ocupa a cadeira de número 28 na Academia de Letras do Brasil-CG e cadeira de número 23 na Academia Luso-Brasileira de Artes e Poesias. Filiada à União Brasileira de Escritores - MS. Currículo completo no SMIIC - Sistema Municipal de Informações e Indicadores Culturais, Agente Cultural nº1966.

file:///C:/Users/carme/OneDrive/Desktop/CARMEN/CURR%C3%8DCULO%20ATUALIZADO%20CARMEN%20EUGENIO.pdf






 

 

 

4 de julho de 2021

Dialetos de Inverno

 

O inverno rompe de jeito intenso,

carinho cortês, notável e devasso,

dialeto secreto que excede limites,

calor velado e pulsante, sela o abraço.

 

Narrativas cerradas debruçam precisas,

Tingem minha face de rubro escarlate,

Transigem arroubos, enunciam a estética,

Despem olhares e idílio, como arremate.

 

Versos quentes despontam apressados,

Agasalham, sobejos, o frio da solidão.

Delírios absolutos, movem-se em fascínio,

Prescindem, categóricos, os que aqui estão.