Mostrando postagens com marcador Educação Infantil através da Arte. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Educação Infantil através da Arte. Mostrar todas as postagens

22 de maio de 2010

A ARTE-EDUCAÇÃO E OS MEUS SONHOS


Essas aulas são de modelagem em Argila. Motivo de muita felicidade para as crianças e muita dor de cabeça para o pessoal da limpeza. Por essa razão, acabaram proibidas pela direção da escola.
Tristeza para mim e para as crianças.
Então eu resolvi contar dois dos meus sonhos.
Um, é que toda escola pública possa ter uma sala de artes com bancadas individuais e instalações apropriadas para esse fim. Assim, o arte-educador poderá receber os alunos em um ambiente adequado para desenvolver as atividades de artes.
O que acontece hoje, é o seguinte: O professor de artes, tem uma aula apenas de 45 minutos onde é praticamente impossível verificar o aproveitamento de todo o seu potencial. As aulas , ao menos,deveriam ser geminadas.
Como podemos observar nas fotos, as crianças, carentes de atividades lúdicas no seu dia-a-dia, por razões largamente propagadas, ficam intensamente felizes nas aulas de artes. São aulas em que sentem-se motivadas para desenvolverem sua capacidade de criação e auto-expressão.
Hoje, na escola em que trabalho, as aulas de modelagem em argila e papel maché, estão proibidas porque não há tempo para limpar as salas. Afinal de contas, eu e as crianças,vamos sujando sala por sala. Se fosse uma sala só, seria muito mais fácil a manutenção. Então eu pergunto: de que adianta tanto preparo na Universidade, se não encontramos um lugar para exercer nossas inúmeras habilidades?
É triste constatar que anos de ensino obrigatório da arte não desenvolveu a qualidade estética da arte-educação nas escolas.
Hoje, em Campo Grande/MS, há apenas uma escola municipal que possui uma sala de artes.

6 de março de 2010

Vi Mondrian em meus alunos!!

Me inspirei em Beatriz Milhazes, Pieter MONDRIAN(Concretismo), e Victor Vassarely (Op Art), para elaborar o meu Planejamento Bimestral em Arte-Educação.
De Beatriz, pensei exclusivamente, nas colagens e sobreposições. Para isso, pedi às mães de meus alunos em reunião, que me enviassem papéis de diversas texturas e muitos retalhos, botões, barbantes, enfim, uma infinidade de possiblidades para que pudéssemos explorar relevos, composições e customizar nossas criações!
        (Vi em Floripa! )   
                             
O princípio: ensinar as crianças de 1°,2° e 3° ano a usarem a régua. Estamos neste processo há duas semanas. Posso dizer, que com os menores, o progresso obtido já alcançou 50%,  e com os maiores já estamos compondo tramas geométricas. Eles já compreendem as dimensões de um quadrado, de um retângulo. Já sabem utilizar a régua para isso ! Vitória! Próximo passo: Desenhar Composições Geométricas em Papéis Texturizados e em Tecidos , recortar e colar em uma plataforma lisa, finalizando a criação inspirada no Abstracionismo Geométrico.
Pieter MONDRIAN

De Stella Para Romilce

 Na mesa estavam: papai, mamãe, vovô e vovó. Depois de vários dias e muitos nomes, restaram apenas dois nomes para escolherem: Carla ou Stel...