Mostrando postagens com marcador Amor. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Amor. Mostrar todas as postagens

10 de maio de 2019

Formato de Coração

Ele é especial
E sabe disso.
Nesse tempo,
É tanto e tudo
Quando fala
Quando indaga
Ou quando faz tudo ficar mudo.
Quando se torna movimento
ou paralisa qualquer instante
ele é magia, contornos e brisa
contagia minha vontade e
derrete algumas verdades
Ele é, em meu mundo,
Um muito de todas as coisas
De qualquer canto
E qualquer cor.
Por seus olhos
Meu encanto permeia
Desejo sensorial pleno
forma arrebatadora de  momentos sem chão.
Formato de coração.
Há ainda o arremate
De apertos, abraços e beijos
Num horizonte de quereres
Prazeres e emoção.
E se, em todas as vezes,
Em que o encontro se fez urgente
E as certezas tiraram o talvez,
Celebro com alegria
Estar ao seu lado,
Pelo infinito da Vida
Contando mais um mês.
                                                    Carmen Eugenio e Cesar Crivellente



7 de março de 2019

Absoluto

A mensagem logo cedo é clara:
saudade não demora e
se instala.
Há logo o desejo de sobrepor retina
um repente que desorienta,
seduz,
manda recado,
troca segredos,
e entende silêncios.
E na escalada de emoções latentes,
são tantas luas de promessas quentes,
que já nem sei
se o sabor do vento
é o mesmo que provei,
antes da sua chegada.
E à noite eu me aqueço
nos vãos de suas palavras,
sem rotina, nem tropeços
eu tento, não me esqueço,
superar cada passo,
dançar no ritmo do seu compasso.

                                                     Cesar  Crivellente e Carmen Eugenio

3 de março de 2019

Metafísico

Eu o beijaria a cada momento.
A cada objeto seu,
faço uma leitura da sua alma.
Nos seus olhos, me abandono
em sonhos e desatinos.
Ele me dá paz,
me entrega imensidões.
Não há como não desejar
tê-lo por toda a vida.
Eu aprenderia todas as músicas.
E em cada letra, encontro seu eu.
Os sons do mundo me remetem
aos nossos instantes.
Ele está em tudo.
Está em mim.
Eu o bebo com vagar
e a minha respiração revela
a propriedade magistral
do seu toque.

9 de julho de 2018

Amor


Ah o amor
quantas voltas nos faz dar
quantas buscas, encontros e acertos.
Quantas idas e vindas permeiam uma história
lágrimas, sorrisos e abraços.
Quantos laços, casos e descasos.
O coração acelera, desespera e não se cansa
E o amor vai transformando tudo,
numa supremacia inquestionável.
Enfrenta nossas próprias marés,
desafia nossos cantos cartesianos,
e debocha de nossos maiores reveses.
No horizonte rosado, possível e intuitivo
surgem ainda inquisições pragmáticas.
E algo mais forte, sublime e cortês
nos afaga e susurra,
o amor, é a resposta para tudo.

3 de julho de 2018

Paragem


E aquele lugar te faz sorrir
Aquela voz te faz imaginar
Aquele instante te faz sonhar.
Como se tudo que foi dito
Faça todo o sentido
E espalhe aromas
Colha desejos
E insista em devaneios.
Não precisamos procurar mais
O que perfuma por dentro
Todas as utopias, enfim,
Colam-se aos cristais do tempo.
Resistir? Pra que?




26 de novembro de 2017

O Mundo é seguro.

Talvez essa seja a principal competência e desafio: 
olhar o mundo com afeto, 
respeito, compaixão , 
suavidade.  
Somente dessa forma 
podemos acreditar 
sermos dignos de receber amor. 
Modifique paradigmas e crenças . 
Tire os óculos da desconfiança.  
Só então , 
será possível respirar profundamente 
e entender que está tudo bem!
O mundo é um lugar seguro!

30 de junho de 2017

Acaso




Distraidamente
Encontrei frases e
Atada aos seus efeitos
Nem pensei em recuar.
Tropeços, avessos
Músicas , recomeços
tudo que não conheço,
Veio me abraçar.
Tudo quente e confortável
Nos instantes que restavam
Para que eu pudesse imaginar
Alguma coisa, qualquer coisa ou algo assim.
Estou aqui, ai , em algum lugar
E basta um instante pra encontrar.




29 de maio de 2017

Observatório

Ruíram paredes ao meu redor
Luzes se apagaram
E me encontrei

 Tao despretensioso
E relevante
Um observatório permanente.
Fragmentos  de telhas quebradas
Deixam  a água inundar meus pensamentos

Esqueça os trampolins para mudar as fases
Coisas que ficaram para trás
Beijos roubados , amores perdidos
Encontros de elevador
Monólogos num porão gelado.
Talvez , as chances do acaso,
Aconteçam tão de perto
Como o espaço mágico de um  abraço .



31 de março de 2012

Eu Te Amo


Como é bom dizer 'Eu te Amo' para quem tem a sensibilidade e nobreza de alma para entender a importância dessas palavras.
Há pessoas com almas puras, sentimentos férteis que emanam amor e afeto.
E há outras, que por razões diversas (nascimento, criação etc) tem almas secas, áridas, incapazes de entender a profundidade de um sentimento ou a verdade de uma sentença tão majestosa.
A alma é simples. Os sentimentos fluem.

Basta somente, respeitarmos e aceitarmos essa delicada natureza, capaz de supremas transformações!

10 de agosto de 2011

As pessoas complicam as coisas



Me acho uma pessoa bem simples de alma.
Coisa de essência mesmo...
Costumo dizer isso a quem me conhece...
gosto do ar puro, da natureza, das pessoas, valorizo sentimentos....
Eu gosto de ler pessoas
Sem qualquer empáfia de querer decifrá-las
Mas , talvez, bebê-las na fonte...
Eu tenho dificuldades com questionamentos sem fim...
Por que tantas perguntas?
Tantos detalhes
Considero desnecessários...
Mas , respeito as diferenças
E posso me apresentar melhor:
Eu gosto de ouvir música
eu tenho um violão,
de ir ao cinema
de andar na praia...
E colocar os pés no rio que corre.
Viajar, é algo mágico para mim.
Eu gosto de caminhar no parque
E andar de bicicleta...
Amo incondicional e profundamente meus filhos
Quero merecer a dádiva de receber o seu respeito
Vê-los crescer e ajudá-los a descobrir caminhos...
Acho fascinante o nascer do sol
E os sabores dos encontros
Preciso de sorrisos.
E olhares, que perfumam a trilha...
Abraços, que fortalecem nosso ser...
Preciso conviver com a arte, que moldura os dias
Sou o deleite pop de Romero Britto
o lúdico de Manoel de Barros...
as guaranias de Paulo Simões
no meu peito, ainda pulsam os Taróis de Denise Dal Farra.
E eu vou seguindo pela vida,
Ora mansa, ou com alguma pressa
Enquanto ela me quiser por aqui...

Carmen Eugenio


3 de julho de 2011

ROMANCE




Eu quero ser sutil
Mas que minha sutileza não pareça ingenuidade.
Eu olhei para o céu hoje
Pois ao redor encontrei ninguém.
Eu esperei ver novamente 
um sorriso, um olhar, uma voz
E pensei: quando queremos muito ver alguém
Ou o tempo não passa...
Ou passa rápido demais.
Eu sou alguém sem o impossível.
Em algum momento serei resgatada,
Com vida,
Daquilo que não gosto, 
do que me sufoca, do que me afoga.
Levarei comigo o mesmo céu que me acalentou.
E a vontade de viver esse tal romance
Com algodão doce e maçã-do-amor.
Andar de mãos dadas e entender segredos
Abraçar apertado, compassado, dançar.
Caminhar sem pressa, pois toda a espera
Acaba por se justificar.
(Carmen Eugenio)

13 de março de 2011

Amor e Liberdade

"As pessoas precisam de mais amor, que de julgamento.
As pessoas precisam de mais carinho, que de críticas.
Mais de afeto, que de objetos.
 As pessoas precisam de mais perdão.
Perdoe. Perdôe-se. Liberte-se."
 (Carmen Eugenio)

24 de dezembro de 2010

Amar é estar Feliz!


O amor transborda.
Tudo fica diferente
O Olhar, já não mais indiferente,
às cores que cintilam ao redor
Brilha sob o deleite daquela luz.
A alma apaixonada
quer ouvir novamente aquela voz,
sentir novamente a proximidade
que atravessa o silêncio
e invade mistérios.
O céu está mais azul, a brisa mais suave,
as pessoas com seus significados e signos
fazem mais sentido agora.
E todas as músicas
Transportam,
Encantam
Tranformam.
Ao amor, obrigada por fazer do mundo um lugar mais Feliz!
(Carmen Eugenio)

De Stella Para Romilce

 Na mesa estavam: papai, mamãe, vovô e vovó. Depois de vários dias e muitos nomes, restaram apenas dois nomes para escolherem: Carla ou Stel...