Mostrando postagens com marcador Insights. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Insights. Mostrar todas as postagens

9 de julho de 2018

Amor


Ah o amor
quantas voltas nos faz dar
quantas buscas, encontros e acertos.
Quantas idas e vindas permeiam uma história
lágrimas, sorrisos e abraços.
Quantos laços, casos e descasos.
O coração acelera, desespera e não se cansa
E o amor vai transformando tudo,
numa supremacia inquestionável.
Enfrenta nossas próprias marés,
desafia nossos cantos cartesianos,
e debocha de nossos maiores reveses.
No horizonte rosado, possível e intuitivo
surgem ainda inquisições pragmáticas.
E algo mais forte, sublime e cortês
nos afaga e susurra,
o amor, é a resposta para tudo.

Sonhos!


Como não ter sonhos?
Sonho até acordada!
Principalmente, eu diria.
Estamos em alerta constante,
por algum motivo real,
conectividade premente.
Mas o pensamente flutua
a alma passeia
e o coração anseia.
Passos largos para um abraço
caminhando com graça e gentileza,
buscando portas abertas e
janelas escancaradas,
para encontrar nossas verdades.


3 de julho de 2018

Códigos

Meu desejo dissonante
que tais códigos
Demandem por mim.
São segredos e infinitos,
Composições dos meus conflitos.
Êxtase circunflexo
Que me descaminha
Por um estado perplexo
Apalpa meus porões absurdos
E meus desígnios diatônicos
Eu estou aqui
Me embriagando dos tons
Me nutrindo das notas e sons
Cada vez mais adentrando dicotomia
Ingressando nessa paisagem
Como se cada mensagem
Estivesse pactuada aos meus instantes.
Me encontro só.
Paralisada pela beleza
Engessada pela gentileza
Aglutinada à intenção de interpretar,
Num tropeço implacável com vírgulas e interrogações.
(Carmen Eugenio)

10 de agosto de 2011

As pessoas complicam as coisas



Me acho uma pessoa bem simples de alma.
Coisa de essência mesmo...
Costumo dizer isso a quem me conhece...
gosto do ar puro, da natureza, das pessoas, valorizo sentimentos....
Eu gosto de ler pessoas
Sem qualquer empáfia de querer decifrá-las
Mas , talvez, bebê-las na fonte...
Eu tenho dificuldades com questionamentos sem fim...
Por que tantas perguntas?
Tantos detalhes
Considero desnecessários...
Mas , respeito as diferenças
E posso me apresentar melhor:
Eu gosto de ouvir música
eu tenho um violão,
de ir ao cinema
de andar na praia...
E colocar os pés no rio que corre.
Viajar, é algo mágico para mim.
Eu gosto de caminhar no parque
E andar de bicicleta...
Amo incondicional e profundamente meus filhos
Quero merecer a dádiva de receber o seu respeito
Vê-los crescer e ajudá-los a descobrir caminhos...
Acho fascinante o nascer do sol
E os sabores dos encontros
Preciso de sorrisos.
E olhares, que perfumam a trilha...
Abraços, que fortalecem nosso ser...
Preciso conviver com a arte, que moldura os dias
Sou o deleite pop de Romero Britto
o lúdico de Manoel de Barros...
as guaranias de Paulo Simões
no meu peito, ainda pulsam os Taróis de Denise Dal Farra.
E eu vou seguindo pela vida,
Ora mansa, ou com alguma pressa
Enquanto ela me quiser por aqui...

Carmen Eugenio


4 de maio de 2011

SER MÃE

Não é fácil ser mãe.
Mas a cada dia, quando minha filha me acorda percebo em seus lindos olhos, algo maior que eu mesma.
Percebo que mais uma vez, Deus me convidou para participar do milagre da vida e meu único trabalho é saber agradecer e vivê-lo intensamente.
Há cinco anos recebi um presente de Deus.
Uma estrela, que recebeu o nome de Stella!
Senhor, obrigada pelos meus filhos, Sthéfano e Stella.
Que o Senhor continue abençoando-os abundantemente e que nos dê vida longa para continuarmos por muito tempo unidos em Seu Amor.
Obrigada pelos seus sorrisos, olhares e abraços!
Obrigada  por descobrir neles a centelha de Seu próprio amor.
Parabéns a todas as mães, por festejar a vida em sua forma mais sublime – a perpetuação, pois Deus deposita em nós a missão de acalentar a sua Criação!

13 de março de 2011

Qual a sua cor preferida?


Até outro dia, eu responderia de imediato esta pergunta.
Mas hoje não consigo.
A vida, feita de ciclos, está mudando novamente. Eu devo estar encerrando ou iniciando mais um deles.
Nem sempre a transição de ciclos é pacífica ou alentadora. Ás vezes é pontuada por rupturas.
E rupturas são dolorosas.
Mudar, geralmente, dói. Mas é necessário.
Principalmente, quando algo não está tão bom, quanto você gostaria que estivesse.
Então, é preciso coragem. E é preciso coragem para promover mudanças em você. Desista de querer mudar os outros. Isso é pura ilusão.
 Mudanças são vôos solos.
A grande vilã desse processo, tão natural, é a rotina. A rotina acostuma, acomoda, tiraniza. Nos faz ter medo do novo.
Há dias que nos falta ânimo até para sair da cama. Mesmo assim, abra a janela e deixe a luz do sol inundar seu espaço, seus passos, sua vida. Essa força, te fará companhia quando sentir solidão ou fraqueza.
As pessoas precisam de mais amor, que de julgamento.
As pessoas precisam de mais carinho, que de críticas.
Mais de afeto, que de objetos.
As pessoas precisam de mais perdão.
Perdoe.
Perdôe-se.
Liberte-se.
Abra espaço para o novo.
Respire profundamente, os ares da esperança.
Ainda que o cenário permaneça o mesmo, seus pensamentos estarão mais leves, sua alma mais serena, seu coração renovado.
É um outro ciclo que te abraça e inaugura um novo ser!

Carmen Eugenio



"Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses."
Rubem Alves

15 de novembro de 2010

25 de outubro de 2010

Endorfinas, Magrela e Eu

(Pintura de Fernando Campos)

Eu amo andar de bicicleta!
Domingo, às sete horas, comecei a andar de bicicleta pelo meu bairro.
Que sensação de liberdade maravilhosa!
Que bom respirar ar puro...
Ruas, calçadas, árvores, poucas pessoas ...
Senti uma explosão de endorfinas..
As endorfinas são substâncias naturais produzidas pelo cérebro, geralmente, quando pratica-se alguma atividade física.
A produção de endorfinas, relaxa, preserva-nos da dor, e aumenta a sensação de prazer, disposição física e psíquica, proporcionando uma sensação de euforia e bem estar.
Também melhora nossa resistência, pois estímula o sistema imunológico.
Além disso, seus efeitos permanecem por algum tempo depois que termina-se a atividade física.
Consequentemente,  melhora o humor e reduz o estresse.
Uma sensação de felicidade mesmo!
Agora vem o feriado, não vou viajar pois, naturalmente, vou votar para Presidente da nossa República.
Quero andar de bicicleta todos os dias.
Alguém se anima?

14 de outubro de 2010

Busque, ouse e conquiste-se

(Carmo Soá)
Ser sozinha no século XXI é mais uma opção pessoal do que a falta da mesma. Muitas mulheres atualmente fazem esse tipo de escolha. Principalmente, quando descobrem que não precisam trocar de mantenedor ou protetor após saírem da casa dos pais ou se divorciarem ou mesmo quando ficam viúvas. A mulher de hoje, muito mais facilmente percebe que pode estar no comando de sua própria vida.

O estar só, dentro deste contexto, pode significar um momento de entressafra onde a mulher, por opção, pode decidir se quer ou não ter um parceiro. A diferença brutal de antigamente para os dias atuais é que a mulher bem resolvida sabe que não necessita de um homem a tiracolo para ter um lugar no mundo. Ela mesma pode e faz o seu lugar, bem como seu status social. O mundo, agora, principalmente nas grandes metrópoles, não mais instiga, como antes, que a mulher seja submissa ou que tenha que depender de um homem para sustentá-la.

22 de maio de 2010

A ARTE-EDUCAÇÃO E OS MEUS SONHOS


Essas aulas são de modelagem em Argila. Motivo de muita felicidade para as crianças e muita dor de cabeça para o pessoal da limpeza. Por essa razão, acabaram proibidas pela direção da escola.
Tristeza para mim e para as crianças.
Então eu resolvi contar dois dos meus sonhos.
Um, é que toda escola pública possa ter uma sala de artes com bancadas individuais e instalações apropriadas para esse fim. Assim, o arte-educador poderá receber os alunos em um ambiente adequado para desenvolver as atividades de artes.
O que acontece hoje, é o seguinte: O professor de artes, tem uma aula apenas de 45 minutos onde é praticamente impossível verificar o aproveitamento de todo o seu potencial. As aulas , ao menos,deveriam ser geminadas.
Como podemos observar nas fotos, as crianças, carentes de atividades lúdicas no seu dia-a-dia, por razões largamente propagadas, ficam intensamente felizes nas aulas de artes. São aulas em que sentem-se motivadas para desenvolverem sua capacidade de criação e auto-expressão.
Hoje, na escola em que trabalho, as aulas de modelagem em argila e papel maché, estão proibidas porque não há tempo para limpar as salas. Afinal de contas, eu e as crianças,vamos sujando sala por sala. Se fosse uma sala só, seria muito mais fácil a manutenção. Então eu pergunto: de que adianta tanto preparo na Universidade, se não encontramos um lugar para exercer nossas inúmeras habilidades?
É triste constatar que anos de ensino obrigatório da arte não desenvolveu a qualidade estética da arte-educação nas escolas.
Hoje, em Campo Grande/MS, há apenas uma escola municipal que possui uma sala de artes.

21 de maio de 2010

"Deixe que a transparência de cada palavra sua, te revele na exata imensidão do meu eu dissonante."

18 de maio de 2010

E FIM? ENFIM...

Engraçado como às vezes temos a nítida impressão de que erramos com alguém. Mas não sabemos como foi, onde, de que maneira que aconteceu...em que pedaço do caminho a gente se perdeu...se desconectou...
Só sentimos a cisão.
Que vontade de perguntar: onde foi que eu errei?
Mas, geralmente, ficamos sem resposta. Como se houvesse a obrigação de saber, como se estivesse implícita a responsabilidade da ciência do fato em si.
Eu não sei o que o outro pensa.
Eu não sei o que você pensa, enquanto você não me disser.
E porque a maioria das pessoas acredita que temos a obrigação de traduzí-las, só porque a amamos ou porque gostamos delas mais do que o normal?
Eu sou apenas um ser humano tentando acertar e ser feliz. Nada mais.
Tenho quase certeza de que muitas vezes a beleza, o dinheiro, a fama e o poder não significam,necessariamente, felicidade.
Esta, geralmente, está acompanhada de equilíbrio e inteligência emocional.
Gostaria, ao menos, de ter a chance de me explicar quando me sinto incompreendida.
Ou me achar, quando me sinto perdida.
E nem são poucas vezes assim...

21 de abril de 2010

CAMINHO



Passamos a vida construindo caminhos e buscando objetivos.
Às vezes paramos, voltamos na estrada, mudamos o percurso, refletimos sobre nossos reais objetivos.
Em determinados momentos, chegamos até a abandonar convicções que com o passar do tempo começaram a se tornar pesadas demais na bagagem,
ou talvez, desnecessárias e descartáveis.
Impressionante como nos tornamos minimalistas com o acréscimo de experiências!
Uma leveza de alma.
Se não fosse assim, imagino que haveria uma 'overdose' de existências, um acúmulo de sensações congestionando nosso indelével  fluir!
O descortinar dos dias, nos outorga inegável sabedoria.
Eu espero apenas continuar vendo o mundo com a aquarela de sonhos, sem tantas certezas, sem saber do arco-íris no final, mas confiando em cada colorido que posso enxergar na paleta que seguro em minhas próprias mãos.(Carmen Eugenio)

4 de abril de 2010

Caçadores de Borboletas

Precisei de um coador para um chá de maçã, e não encontrei na gaveta da cozinha.
Como as coisas podem sumir assim?
Comprei novamente um Coador de Plástico como utensílio para minha cozinha e dias depois, o descobri dentro do baú de brinquedos de minha filha.
Então indaguei: - Por que você pegou meus coadores?
Ai mãe...não são coadores...são  'Caçadores de Borboletas'!



3 de abril de 2010

As pessoas ou são encantadoras ou são aborrecidas.

Riley-Op Art
 (Respeitar o Outro, pois Tudo é uma questão de Ponto de Vista)

"É absurdo dividir as pessoas em boas e más. As pessoas ou são encantadoras ou são aborrecidas." Oscar Wilde
Sempre achei meio ácida essa sentença de Oscar Wilde, apesar da minha eterna admiração por esse grande e polêmico escritor irlandês. Mas, tenho visto fatos que me levam a crer que a  existência dessa antítese, é mais habitual do que eu imaginava - encantador ; aborrecedor.
O encantador é poético,é belo, é suave e te convence sem precisar de muitas assertivas. É agregador.
Já as pessoas que nos aborrecem, geralmente são aquelas que querem fazer valer suas verdades a qualquer custo. Como se suas verdades fossem absolutas sobre as demais. Afastam as pessoas, estão sempre sendo isoladas pelos amigos, porque ninguém suporta pessoas 'cheias de razão'. Não respeitam a opinião alheia, são arrogantes, não sabem conviver com algo contrário às suas verdades. São incovenientes, invadem o espaço alheio sem a menor cerimônia para impor seus comentários ásperos, impetuosos e inflexíveis.
É importante termos nossas convicções, defendermos nossos prismas, mas com harmonia e sem perder a razão e o bom senso. Senão, estaremos longe de enfileirar adeptos às causas em que acreditamos.
Em algum momento da vida, podemos ter sido aborrecedores. Mas entendemos que estávamos na contramão do mundo e retomamos o curso normal da vida. Pobres daqueles que permanecem sem enxergar quão insuportável é essa postura. Certamente, aborrecedora. O aborrecedor precisa entender, de uma vez por todas, de que é um chato. Todos querem distância!
Aqui, tenho amigos encantadores, que, mesmo que discordem dos meus pontos de vista, o fazem de forma terna, gentil, serena. É a tal da Gentileza  que não deve faltar a nenhuma convivência ou relacionamento.

25 de março de 2010

"Quem nunca quis um amor impossível, um beijo intempestível ou um abraço imprevisível? " Carmen Eugenio

Frida Kalo

7 de março de 2010

Alimentos que otimizam o processo da dieta

Esses alimentos melhoram o metabolismo:
Azeite de oliva extra virgem: É composto em grande parte por ômega 9, um ácido graxo monoinsaturado. Contém compostos fenólicos antioxidantes e antiinflamatórios. Seu consumo diário está associado à diminuição da circunferência abdominal.
Abacate: Rico em beta-sitosterol, ácidos graxos monoinsaturados, carotenóides e vitamina E, o consumo diário de abacate, em uma pequena quantidade (2 colheres de sopa da fruta) diminui a resistência ao emagrecimento, além de ser antiinflamatório e antidislipidêmico (melhora os níveis de colesterol no sangue).
Açaí: Rico em antocianinas, que inibem a produção de radicais livres tendo um efeito antioxidante potente. As antocianinas quelam metais tóxicos, diminuindo a toxicidade no organismo e facilitando a perda de peso, por diminuir a inflamação e intoxicação. O açaí pode ser consumido moderadamente, como por exemplo, 3 vezes por semana, 150 ml cada vez, de preferência antes de fazer exercícios físicos, para que a pessoa que consome possa ser beneficiada por todos os nutrientes, sem exagerar na quantidade de energia consumida.
Brássicas (brócolis, repolho, rabanete, couve-manteiga, agrião, couve-flor, rúcula, nabo, couve-chinesa, couve de bruxelas): As brássicas são ricas em compostos organosulfurados que tem papel importante na destoxificação hepática, trabalhando de forma importante para eliminar as toxinas liberadas no corpo durante o processo de emagrecimento. Além disso são ricas em vitaminas e minerais antioxidantes e importantes para o equilíbrio orgânico.
Cúrcuma (açafrão da terra): Seu princípio ativo é a curcumina, um potente antiinflamatório, agindo no combate à inflamação gerada pela obesidade.
Óleo de côco: Rico em triglicérides de cadeia média, o óleo de côco possui efeito termogênico, acelerando o metabolismo e tem o efeito de reduzir o apetite quando consumido antes das refeições. Além disso, é rico em ácido caprílico, que é um ótimo antifúngico.
Chá verde: Rico em catequinas, é um poderoso antioxidante, agindo na neutralização dos radicais livres liberados durante o processo de emagrecimento. É também um excelente termogênico, acelerando o metabolismo basal e aumentando o gasto energético. Não deve ser tomado à noite, para evitar a perda de sono.
Peixes: Rico em ômega 3, que é um potente antiinflamatório e atua também modulando o sistema imune, previne doenças degenerativas cerebrais. Como a obesidade está associada a uma resposta inflamatória de baixa intensidade e a maior resistência à insulina, o consumo diário de peixes ou de suplementos de ômega 3 está associado à diminuição da inflamação e melhor sensibilidade à insulina.
Oleaginosas: Ricas em vitaminas como ácido fólico (B9) e vitamina E, minerais como selênio, manganês, magnésio e cálcio. São ricas em ácidos graxos mono e poliinsaturados, aminoácidos como lisina e arginina e ricas em fibras. O consumo de oleaginosas oferece ao organismo um aporte de nutrientes antioxidantes e destoxificantes importantes para o processo de emagrecimento.
(elaborado pela nutricionista Daniella Barbosa)

21 de fevereiro de 2010

RESILIÊNCIA...JÁ OUVIR FALAR?

Eu estava na sala de espera da médica, pensando na falta de tempo, correria, contas para pagar, ligações para fazer, lista de supermercado, assuntos ligados ao trabalho...tantas coisas para resolver e tanto tempo perdido naquele lugar.
Resolvi prestar atenção nas outras pessoas que estavam ali. Havia duas senhoras. Uma delas disse estar preocupada com seu filho, que havia deixado na escola, com um princípio de virose.
Eu disse: fique tranqüila, ele ficará bem. Ela me respondeu: meu filho tem síndrome de down e é bipolar. Quando está meio resfriado fica muito agressivo.
E então ela me contou sua vida, a partir do nascimento do seu filho, há 12 anos. Quatro anos depois, quando nasceu sua filha, seu marido a abandonou. Ela disse-me que nas reuniões escolares, constatou que a maioria das mães de crianças especiais foram abandonadas pelos maridos. E que esses maridos, acabam esquecendo-se dos filhos também. ( Mas deveriam ser ex –maridos e não ex-pais, não é?... ).
Contou-me que o caso do seu filho é severo, impossível de, por exemplo, colocá-lo em uma escola com grau de aprendizagem normal, hoje chamado de ‘Inclusão Social’.
Além de precisar atender as necessidades prementes de seu filho, ainda precisou encaminhar sua filha menor para acompanhamento terapêutico, pois a mesma iniciou um processo de infantilização e retrocesso cognitivo devido aos excessos de cobranças.
E essa mãe, estava ali, na minha frente, esperando sua vez para verificar como estava sua própria saúde.
Segundo ROGERS (1983) quando somos ouvidos de modo empático e à medida em que somos aceitos e considerados, tendemos a desenvolver maior consideração em relação a nós mesmos, permitindo desta forma, que sejamos propiciadores mais eficientes de nosso próprio crescimento. Daí a importância de sabermos ouvir também! De alguma forma, naquela tarde chuvosa, ela precisava falar, aliviar seu coração e sua alma, e eu estava lá para ouvir aquele testemunho de Resiliência.
Resiliência é essa capacidade de vencer as dificuldades, os obstáculos, por mais fortes e traumáticos que sejam. Resiliência é a capacidade que temos de descobrir uma fortaleza dentro de nós mesmos.
É curioso como no decorrer de nossas vidas, somos obrigados a lidar com perdas irreparáveis que, aparentemente, nos desintegram emocional e psicologicamente. Sentimo-nos ‘sem chão’, num abismo. (Foi assim que me senti, quando perdi minha mãe há 12 anos... Pensei que fosse o meu ocaso também. Precisei reorgarnizar-me, flexibilizar minha existência, descobrir novas formas de entender a vida.)
Saí do consultório, acreditando que, verdadeiramente, meus problemas são praticamente inexistentes perto dos problemas daquela senhora e eu só tenho uma coisa a fazer: agradecer a Deus pelos milagres que cercam minha vida.

De Stella Para Romilce

 Na mesa estavam: papai, mamãe, vovô e vovó. Depois de vários dias e muitos nomes, restaram apenas dois nomes para escolherem: Carla ou Stel...