4 de julho de 2024

Carteiro Medieval

 

O carteiro medieval enfim,

trouxe novidade indelével,

aguardada por um tempo

e acolhida no inexorável.

 

Foi inevitável o brilho nos olhos

e a cor do céu a atar

um transpor de emoções,

que o carteiro pôde entregar.

 

Testemunha do axioma,

sua presença veio acordar

o vagar do tempo profano

que insiste em transbordar.

 

Com a ingenuidade do anseio

o clamor do crucial:

não seja rigoroso na demora.

Mas ele replica: o lapso é medieval.


Carmen Eugenio