Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo indefectível abismo

INDEFECTÍVEL ABISMO

Ele quer, te olha e tem vaidades Faz deboche da sua escuridão Ao resetar arroubos e possibilidades Vê desnecessária tal pretensão   Sua pueril   ternura e ácida frieza Estilhaçariam emoções insondáveis É opcional compartilhar a incerteza E recortes de meus afetos inefáveis E assim o é E o seria Ainda que brando estivesse   Ainda que eu partisse, volátil O abismo então, se compraz tardio, Desatando o nó do meu próprio canto sombrio.