Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Verdades e Contramão

Verdades e contramão

As palavras foram expressas de maneira avessa, com imensidões de véus e acontecimentos breves. O perfume que atravessava o verbo era a partilha necessária e certeira, que acalentava espaços. Quase tudo trazia um querer e abraçava vontades. Quando chegava a noite, debruçava, latente sobre sonhos e laços. Tão impreciso na fagulha de êxtase e lapso incandescente. Verdades e contramão.