8 de abril de 2012

Endorfinas...ah...endorfinas...



Hoje meu treino melhorou.
Consegui aumentar a velocidade na esteira e, consequentemente, diminuir o tempo.
Pretendo intensificar um pouco mais essa performance.
Exercícios Físicos + reeducação alimentar  = uma Carmen Eugenio mais magra, mais saudável e mais feliz.
Quando aumentamos os batimentos cardíacos, conseguimos uma maior queima de calorias e perda de peso.
Quando fazemos exercícios físicos, eliminar o excesso de peso não é o único bônus.
Conseguimos melhorar nosso bem-estar de um modo geral.
E isso graças ao aumento da produção de neurohormônios, neurotransmissores e neuromoduladores, comprometidos pelo estresse. A diminuição dessas substâncias produzidas pelo nosso organismo, está diretamente relacionada com quadros de ansiedade e depressão, causas de inúmeras doenças.
Alguns nomes dessas substâncias produzidas pelo nosso cérebro, otimizadas pelo execício físico e reduzidas por contextos estressantes:
Dopamina -  diretamente responsável pela sensação de prazer. Se você normaliza sua produção, não tem, por exemplo, tanta vontade de comer (compulsão alimentar) ou consumir bebidas alcoolicas para sentir prazer.
Serotonina - Humor: a serotonina está diretamente envolvida com o estado de humor, isto é, quando há falta da serotonina, os sintomas da depressão são acentuados. Sem produção da serotonina, o sono também é afetado, ocasionando insônia. O sono REM é capaz de consolidar a memória, fato envolvido com o aprendizado.
Endorfina- também um neurohormônio, uma substância química, produzida pelos neurônios que, transportada pelo sangue, faz comunicação com outras células. Ela é o hormônio do prazer. A endorfina é produzida em resposta ao exercício físico, relaxa, dá prazer e propicia a plena sensação de bem-estar. Melhora a memória, o humor, aumenta a imunidade, alivia dores, combate os radicais livres, que oxidam as celulas e são responsáveis pelo envelhecimento.
Enfim, substâncias que fazem extremamente bem para nosso organismo, produzidas pelo nosso próprio cerebro. Armas eficazes para combater doenças, mau-humor, cansaço físico e perder e manter o peso.
Esses milagres estão dentro de nós mesmos.
Nós os destruímos com o estresse.
Nós os produzimos com o exercício físico.
É só fazer a escolha e dar um 'Start'!!!!!

31 de março de 2012

Eu Te Amo


Como é bom dizer 'Eu te Amo' para quem tem a sensibilidade e nobreza de alma para entender a importância dessas palavras.
Há pessoas com almas puras, sentimentos férteis que emanam amor e afeto.
E há outras, que por razões diversas (nascimento, criação etc) tem almas secas, áridas, incapazes de entender a profundidade de um sentimento ou a verdade de uma sentença tão majestosa.
A alma é simples. Os sentimentos fluem.

Basta somente, respeitarmos e aceitarmos essa delicada natureza, capaz de supremas transformações!

23 de março de 2012

E o Padre Morreu... II

Minha secretária chegou hoje chateada. O padre da sua igreja foi visitar parentes em outra cidade e morreu.  Eu disse: nossa, que triste...
Há duas semanas, ela encontrou um vizinho meu e me disse: o padre da minha igreja mora no seu prédio.  Eu perguntei: quem? Ela disse, o vizinho do apartamento x.
Hã? Mas esse vizinho é casado e tem filho. Como pode ser padre?
Ela disse: mas é ele. Ele até me reconheceu e me cumprimentou.
Aí fiquei pensando...será que padre já pode casar? A coisa tá moderna e eu nem estava sabendo...
E hoje, ela me aparece com a notícia da morte do padre, o tal vizinho então.  Pensei : coitado...Mas também pensei: será que ele inventou essa história para acabar com sua dupla personalidade, com medo da gente sair contando por aí? (Coisa feia pensar assim do morto...)
Meio dia, chegando do trabalho, subi no elevador com quem? Com o vizinho, o suposto padre e suposto falecido. Ai ‘Jesuissssssssssss’ o ‘hómi’ tá vivo!
Cheguei em casa e disse: Cida, primeiro você casou o padre. E agora você o matou. Mas o meu vizinho está ‘Vivinho da Silva’! Acabei de encontrá-lo e levei um susto danado.
E a Cida: ué...
Eu disse: Você olhou bem? Será que é a mesma pessoa? Meu vizinho e o padre da sua igreja?
Eu tenho certeza dona Carmen...Quer dizer...eu tinha...Nossa, eu chorei tanto pela morte do padre...e agora não sei mais....
Bom, coragem de perguntar para o meu vizinho se ele é o padre da sua igreja, eu não tenho. Então ‘fia’ vai ficar o dito pelo não dito.
E o padre morreu. Pelo menos para o celibato...

E o Padre Morreu...


Éramos pequenos e minha tia, super carola, fazia todo mundo ir à igreja aos domingos, quando estávamos de férias em São Paulo. Era Deus no céu e o Padre na terra.
Um dia, já adolescentes, meu tio morreu e a missa de sétimo dia, claro, foi na Igreja que a tia frequentava, com o tal padre.
Eu, minha irmã, meu irmão, meus primos e os primos dos meus primos, sentamos no último banco da igreja.
De repente, notamos que o padre estava meio ‘alto’, tinha tomado vinho demais. Ele estava fazendo a missa com a língua enrolada e não aguentamos e caímos na risada.
Minha tia ficou muito brava com as risadas e minha mãe olhou com uma cara tenebrosa para a gente e aí que a risada ficou mais alta. Então, meu pai chegou junto e mandou todos nós prá fora da igreja. Um alívio. Chegamos lá fora e aí sim, soltamos a gargalhada com gosto. Nossa... minha mãe saiu da igreja, desesperada, dizendo que todo mundo estava ouvindo nossas gargalhadas e não dava nem prá ouvir a missa.(Tava difícil mesmo entender a missa naquele dia...) Nossos pais e tios, estavam morrendo de vergonha da gente. Tivemos que bater em retirada, urgente, porque a coisa ficou feia para nós. Todo mundo triste por causa da morte do tio e a gente rindo que nem doidos. Mas também, nunca vimos uma cena tão hilária....
Todo mundo percebeu que o padre tinha tomado uns ‘gorós’ a mais. Mas todo mundo fingia que estava tudo bem.
Aquela história.... Padre, tal , já viu...Ninguém queria admitir que o padre tomava ‘todas’.

Mas adolescente não disfarça...
Até que um dia, a triste notícia: o Padre morreu...advinha de quê? Isso mesmo: de cirrose hepática.

Que Deus o tenha... (longe da adega....rsrs). Ô dó...

9 de janeiro de 2012

MENSAGEM PARA O ANO NOVO


Nasceu 2012, há quase dez dias.
Eu estava passeando, de férias.
Estava no mar, na passagem de ano.
Acho mágico vivenciar toda aquela energia da natureza e das pessoas reunidas para celebrar o novo ano. Desde a adolescência, amo passar o reveillon na praia.
Cada um com seu ritual.
Os fogos de artifício, são um espetáculo também.
A Festa de Ano Novo, é um excelente momento para renovar as esperanças, mas principalmente, para agradecer pela Vida e por tantas bençãos recebidas.
Agradecer a Deus pela sua proteção divina.
"Que a virada de uma data, de uma página no calendário ou a troca de uma agenda tragam também a disciplina e a perseverança para se avançar nos propósitos almejados para o novo ano.
Que este não seja apenas o fim ou o começo de um ano,
 mas represente acima de tudo,
  uma bonita jornada da sua vida."

5 de outubro de 2011

Vida



A vida é uma doce viagem e a cada dia,
nos convida para uma nova partida.
Com dias bons,
outros nem tanto...
Mas  sempre nos dá a  chance de festejar muitos recomeços.

Carmen Eugenio

14 de setembro de 2011

EU


"Amo achar algo engraçado
convivo com o pouco explicado.
Esqueço mal-entendidos.
Enxergo meu reflexo.
Coexisto também com o sem-nexo."
 Carmen Eugenio

7 de setembro de 2011

Castelo de Areia



O castelo era de areia,
mas, mesmo frágil,
abrigava uma existência.

Emoções nasciam e
Desmoronavam
Naquele lugar.

 Apesar da vulnerabilidade,
Aquela inquietação não cedeu
ao perigo iminente.

E mesmo quando tudo escureceu
Restou um canto incandescente
Que insistia
no recomeçar de cada grão.

Presença

"Não sei se preciso da sua presença
Ou se a invento"

Carmen Eugenio

ENTREGA

Eu viajo pelo seu cheiro
E imagino o sabor da nossa aventura.
É difícil resistir a tamanha atração.
É humanamente irresistível
seu poder de persuasão.
É incontrolável.
Não consigo desviar,
Despistar,
ou negar o óbvio: sou louca por você.

Fico imaginando as consequências de uma entrega frenética:
Você, vivendo em cada curva do meu corpo,
Consumindo cada fração de pensamento.
Irrepreensível, magnético.
Sem fuga de paradigmas, estereótipos ou clichês:
Eu o desejo.
Quero você em minhas mãos,
em minha boca,
impregnando minha existência.

Não sei se preciso da sua presença
Ou se a invento
Se a anseio...
Mas, jamais
Terás minha indiferença
Porque é sentença, ainda que pecado...
Eu o adoro, Bolo de Chocolate.

 


(Carmen Eugenio)

15 de agosto de 2011

SOLIDÃO



Solidão não é a falta de gente para conversar,
namorar, passear ou fazer sexo...
isto é carência.

Solidão não é o sentimento que experimentamos
pela ausência de entes queridos que não podem
mais voltar...
isto é saudade.

Solidão não é o retiro voluntário que a gente
se impõe as vezes, para realinhar os pensamentos...
isto é equilíbrio.

Tampouco é o claustro involuntário que o destino
nos impõe compulsoriamente, para que revejamos a
nossa vida...
isto é um princípio da natureza.

Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado...
isto é circunstância.

Solidão é muito mais que isto...

Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos
e procuramos em vão, pela nossa alma!

Fátima Irene Pinto:
http://www.fatimairene.com/

Além do site da autora, coloquei mais dois, entre os muitos sites que já editaram o texto Solidão, entre outros textos da poeta. Cliquem nos links:

http://www.fatimairene.com/poesia/solidao.htm
http://www.humancat.com/Solidao/solidao.htm
http://www.fofaslides.com.br/pps/mensagem.php?id=7041

Há um bom tempo que a poeta/escritora Fátima Irene Pinto,
vem passando pelo constrangimento de ver seu tocante poema "Solidão" amplamente divulgado, por toda a net como sendo de autoria do Chico Buarque de Holanda, o qual, provavelmente,nem tem conhecimento do assunto.
Estou colaborando para desfazer o equívoco.

10 de agosto de 2011

Eu Não Complico As Coisas



Me acho uma pessoa bem simples de alma.
Coisa de essência mesmo...
Costumo dizer isso a quem me conhece...
gosto do ar puro, da natureza, das pessoas, valorizo sentimentos....
Eu gosto de ler pessoas
Sem qualquer empáfia de querer decifrá-las
Mas , talvez, bebê-las na fonte...
Eu tenho dificuldades com questionamentos sem fim...
Por que tantas perguntas?
Tantos detalhes
Considero desnecessários...
Mas , respeito as diferenças
E posso me apresentar melhor:
Eu gosto de ouvir música
eu tenho um violão,
de ir ao cinema
de andar na praia...
E colocar os pés no rio que corre.
Viajar, é algo mágico para mim.
Eu gosto de caminhar no parque
E andar de bicicleta...
Amo incondicional e profundamente meus filhos
Quero merecer a dádiva de receber o seu respeito
Vê-los crescer e ajudá-los a descobrir caminhos...
Acho fascinante o nascer do sol
E os sabores dos encontros
Preciso de sorrisos.
E olhares, que perfumam a trilha...
Abraços, que fortalecem nosso ser...
Preciso conviver com a arte, que moldura os dias
Sou o deleite pop de Guto Naveira
o lúdico de Manoel de Barros...
as guaranias de Paulo Simões
no meu peito, ainda pulsam os Taróis de Denise Dal Farra.
E eu vou seguindo pela vida,
Ora mansa, ou com alguma pressa
Enquanto ela me quiser por aqui...

Carmen Eugenio



15 de julho de 2011

PARQUE DAS NAÇÕES INDÍGENAS



“Lá vento é mágico.
Venta muito, e tanto, e sempre.
O lago encanta
O verde chama
A natureza é suprema
Vi quatis brincando
Uma capivara se banhando
O rio prosa passando pelo parque.
O rio não passa. Passeia.
Como todos os que lá estão...”

Há um tempo que não o visitava,
E agora o Parque tem ciclovia, parque para crianças, banheiros limpos.
Cada portão tem o nome de uma aldeia indígena: Kaiowa, Ñandeva, Kadiwéu, Guaicuru, Terena.
Está todo sinalizado para ciclistas e pedestres.
Muito organizado.
Para garantir a segurança, um posto da Polícia Militar foi instalado dentro do Parque.
Dispõe de quadra de esportes, pátio para skate e patins, sanitários (limpos), pista asfaltada para caminhada de quatro mil metros.
Dentro do Parque há o Museu do Índio, Museu de Arte Contemporânea (MARCO), Museu de História Natural, além do Monumento do Índio e a Concha Acústica Helena Meireles onde acontecem diversos espetáculos.
O parque está localizado nos altos da Avenida Afonso Pena, na cidade de Campo Grande-MS. Possui 119 hectares. Muitas vezes, encontramos capivaras e quatis passeando por lá.
Enfim, um lugar de lazer incrível, que nos proporciona momentos de relaxamento e bem-estar!
Horário: Terça a Domingo, das 6 às 21 horas.