Códigos


Meu desejo dissonante
é que tais dilemas
Demandem por mim.
São enigmas e amplidões,
Composições dos meus conflitos.

Êxtase circunflexo
Que me descaminha
Por um estado perplexo,
Apalpa meus porões absurdos
e minhas vontades.

Eu estou aqui
Embriagando-me dos tons,
Nutrindo-me das notas e sons
e alguma dicotomia.

Ingressando nessa paisagem
Como se cada mensagem
Estivesse pactuada,
Paralisada pela beleza,
Engessada pela gentileza,
Aglutinada em contradições.

 Encontro-me só,

num tropeço implacável com vírgulas,

interrogações

e o querer decifrar códigos.




Comentários